História

1703-1792 / 1805-1848 / 1852-1965 / 1966-Aos nossos dias

Fundação da Congregação e primeiros desenvolvimentos
até à provação da Revolução francesa

250px-Saint-Étienne-des-Grès,_Paris
Igreja de Saint-Étienne-des-Grès, em Paris.

1703

No dia 27 de Maio, festa de Pentecostes, na igreja de Saint-Étienne-des-Grès, em Paris, Cláudio Poullart des Places e os seus 12 companheiros consagram-se ao Espírito Santo sob a protecção da Bem-aventurada Virgem Maria, com o fim de se comprometerem ao serviço dos pobres.

1707

No dia 17 de Dezembro, Cláudio Poullart des Places é ordenado sacerdote com 28 anos de idade.

1709

Cláudio Poullart Des Places morre no dia 2 de Outubro, aos 30 anos de idade. É enterrado no dia seguinte, na vala comum do clero pobre, em Saint-Étienne-du-Mont. No Seminário do Espírito Santo havia então 72 estudantes. São estes os primeiros “Espiritanos” no sentido lato, isto é, egressos do Seminário do Espírito Santo.

1732

Início do envio de Espiritanos para outros continentes : François Frison de la Mothe foi enviado para Québec, no Canadá. Outros Espiritanos foram enviados para a América do Norte para trabalhar entre os Ameríndios e os Acadianos. Outros ainda foram enviados para o Extremo Oriente, juntando-se às Missões Estrangeiras de Paris na China, Cambodja, Vietnam, Siam (Tailândia) e Índia. Os que ficaram na França colocaram-se ao serviço de várias dioceses e uniram-se os Monfortinos, em razão da amizade que tinha unido Poullart a Grignion de Montfort.

mapa mundi 1730
Mapa mundi, 1730.

1734

O Arcebispo de Paris, Mons. de Vintimille, aprova as Regras e Constituições do Seminário e da Comunidade do Espírito Santo e da Imaculada Conceição(1726) – e da Virgem Imaculada (1734) .

1765-1778

Em 1765, Roma encarrega a Congregação do Espírito Santo das Prefeituras Apostólicas de São Pierre e Miquelon (1765), da Guiana (1775), de São Luis do Senegal (1778). “A partir de 1766, a Comunidade do Espírito Santo toma o título de Congregação do Espírito Santo”.

1791

Até esta data, 22 Espiritanos franceses tinham trabalhado em São Pierre e Miquelon e na Acádia (Canadá) como missionários entre os Índios e como professores no Seminário da cidade de Québec. Depois desta data, com o estabelecimento progressivo dos colonos ingleses, os Espiritanos, por serem originários da França e leais defensores dos autóctones, foram expulsos do Canadá. Continuaram, no entanto, a trabalhar nas ilhas de São Pierre e Miquelon.

A Tomada da Bastilha por Jean-Pierre Hoüel, 1789.
A Tomada da Bastilha por Jean-Pierre Hoüel, 1789.

1792

A Revolução Francesa suprime todas as Ordens. A Congregação foi dissolvida. Os Espiritanos tiveram de se dispersar; alguns emigraram para a Inglaterra, para a Suiça ou para a Itália. Outros ficaram na França, oferecendo os seus serviços em diversas dioceses, até que fosse possível retomar a obra interrompida, graças à fé e à coragem de Jacques Bertout (1753-1832).

1703-1792 / 1805-1848 / 1852-1965 / 1966-Aos nossos dias

4 Comentários

Clique para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *