Família Espiritana Mensagem do Provincial Notícias

Provincial em Itaúna – MG

Provincial em Itaúna – MG

Pela segunda vez neste ano, Visita a Pe. Giovanni Van der Laar 

Depois de sair da visita a um Confrade em Sete Lagoas, Pe. Leonardo viajou a Belo Horizonte, e, na Rodoviária mesmo, comprou outra passagem para logo ir ao Encontro do confrade, que recentemente, celebrou 80 anos de vida, Pe. Giovanni.

A viagem durou duas horas.

Pe. Leonardo regressou de Itaúna no último ônibus, de noite, chegando à meia noite de volta a Belo Horizonte, indo tocar na madrugada a porta de umas das comunidades espiritanas, que logo o abrigou.

Alguma informação sobre este lugar que foi tão importante no Brasil para os espiritanos e, que abriga o último espiritano daquela geração:

Itaúna significa pedra preta.

É um município da região metropolitana que fica a 76 km de Belo Horizonte, chegando a ser uma hora e meia e até duas em viagem de ônibus.

De carro é sempre mais rápido.

Tem 117 anos de fundação

População: 92 mil habitantes

O Provincial com o Padre Gioovanni Van der Laar

Pe. Giovanni:

Tem 80 anos de nascimento

59 anos de vida religiosa

54 anos de vida sacerdotal

Viveu em comunidade com holandeses, portugueses e brasileiros.

É membro da Província do Brasil.

1965: Foi nomeado para o Seminário Menor Nossa Senhora de Fátima, que fechou em 1971.

Este Seminário, espiritano, foi o maior seminário dentro da Diocese de Divinópolis, onde também estamos há 60 anos.

Fez-se um importante trabalho vocacional nesta região chegando a ter até 70 estudantes formandos espiritanos.

Um grande fruto desta terra a partir do trabalho espiritano, é Dom Mário que foi Bispo de Tefé. Ali ele estudou e trabalhou, também lecionando.

Pe. Giovanni defende, e tem muita razão nisso, que é preciso priorizar o investimento concreto e liberar pessoas para o trabalho e formação vocacional. Quem não tem coragem de investir não capta vocações nem cresce como Congregação.

Os padres Espiritanos Holandeses definiram dois centros de trabalho para fazer crescer a Congregação no Brasil, dando passos e assumindo compromissos muito concretos. Os dois centros eram Governador Valadares e Itaúna.

As mais de 7 paróquias que assumiram tinham um propósito claro:

Era para ajudar, economicamente, o Seminário e para recrutar possíveis ‘seminaristas’ para a Congregação, com a meta de, a longo prazo, ter Padres espiritanos para a Amazônia brasileira.

Era a CSSp em saída.

08/08/1974: Pe. Giovanni foi nomeado pároco da Paróquia Nossa Senhora da Piedade, região onde vive até hoje.

A Paróquia tem 6 comunidades com a matriz e ele ajuda com as missas também ao pároco, que é secular.

1999: deixou de ser pároco por recomendação médica.

O Bispo diocesano, Dom José Carlos, foi seu aluno, ainda menor de idade, e até hoje sua família é vizinha do Pe. Giovanni. O Bispo é seu amigo e o visita constantemente. E este, expressa, repetidas vezes, que gostaria de ter e continuar com os espiritanos em alguma paróquia da sua Diocese.

Pe. Giovanni está em duas importantes obras sociais na cidade e ainda ajuda-as:

Centro de Educação Infantil Casa Betânia que atende diariamente 140 crianças carentes de 0-6 anos e,

Retiro Santa Helena que atende 40 Meninas até 12 anos de idade.

Mesmo com os convênios com o Governo Municipal, que já assumiu estas obras, a Prefeitura falha no financiamento, na assistência e no pagamento dos muitos funcionários.

Ele sendo, ainda da diretoria das obras sociais, ajuda a encontrar maneiras de subsistência.

Mas toda a equipe trabalha e faz atividades com este fim.

Vive no piso superior rodeado de muita paz com uma vista natural e um jardim belíssimo para os momentos de descanso e meditação.

Estudou na Universidade local Letras/Francês e depois de formado com Licenciatura, fez-se professor por 8 anos no Colégio Santana – que já foi nosso, aperfeiçoando-se, posteriormente, na Aliança Francesa.

Seu forte sempre foi o trabalho social.

Tudo o que fez e faz está dentro do carisma espiritano.

Ele não ver muito sentido retornar, a estas alturas da vida, para viver na casa de idosos na Holanda.

Se sente muito útil em Itaúna, a pesar das limitações com a saúde, e está bem cuidado.

Entende que está dentro do Evangelho e carisma congregacional.

Não escolheu viver sozinho, mas não se assusta nem se acovarda por isso. Assim como não parece um fardo.

Acolhe a diferença entre o ideal e o real possível.

Sabemos que as pessoas são o que são e não o que a gente gostaria que elas fossem, assim como a vida nem sempre é como se planeja ou como prevêem as rubricas.

A redução das vocações, o envelhecimento dos colegas, as mortes e doenças de vários, e outros fatores circunstanciais, foram limitando a expansão e a possibilidade de manter as comunidades como chegaram a ser anos atrás. Isso foi acontecendo não só em Itaúna mas também em Sete Lagoas, Belo Horizonte etc. onde alguns viveram sozinhos até quando puderam.

Ele tem ânimo, disposição, está totalmente comprometido no social, bastante ocupado e não encontra razões para deixar esta missão.

Pe. Giovanni é um missionário bastante sereno, homem de oração, concentrado, realista, humano, tem uma reflexão teológica muito atualizada, é um homem crítico, informado, com um potencial e prática enorme na formação de lideranças, de luta, de cobrança do governo local de suas responsabilidades com o povo, participa de reuniões, articulações etc.

Estas são expressões vivas dos passos dos missionários espiritanos nesta parte do Brasil, fazendo tudo com tanto desprendimento, sem reservar nada para si, entregando ao povo a vida, a saúde, os recursos econômicos com o objetivo de reduzir a desigualdade social e a pobreza que ainda é latente.

Obrigado Pe. Giovanni pela acolhida e alegria de receber a visita do Provincial, pelo convite para voltar mais vezes, pelo testemunho, pela vida e compromisso não permitindo que o Evangelho fique como livro fechado, fazendo-o vivo e encarnado através da caridade social.

Caminhemos juntos.

Oscarlos Teixeira

Oscarlos Teixeira

Governador Valadares - MG, Paróquia Nossa Senhora de Lourdes.

Comentar

Clique para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *