LIBERMANN_COREm 1848, ao integrar a Sociedade do Coração Imaculado de Maria, fundada por Francisco Libermann para o serviço das populações negras, a sua vertente missionária acentua-se ainda mais. Libermann não era apenas um dos maiores mestres de espiritualidade do seu tempo; tinha também qualidades extraordinárias de organizador e administrador, sendo a pessoa certa para essa época de abolição da escravatura e de abertura da África ao Evangelho. Com ele os carismas destas duas famílias – o serviço dos mais pobres e marginalizados e o primeiro anúncio do Evangelho – tornaram-se a nota distintiva da Congregação resultante da fusão das duas sociedades.

francisco libermannFrancisco Libermann, nasceu em 1802 na Alsácia (França) no seio de uma família judia de Saverne. Converteu-se ao cristianismo e recebeu o batismo na véspera de natal de 1826 contra a vontade do pai que queria fazer dele rabino e seu sucessor. Um ano depois é admitido no Seminário de S. Sulpício e pouco antes de ser admitido ao subdiaconado, foi atingido pela epilepsia, uma doença que o impediu de avançar às ordens sacras. Mas como tinha uma influência positiva nos seminaristas, foi autorizado a permanecer no seminário de S. Sulpício, em Issy. Em 1837 foi convidado para assistente do Mestre de noviços dos Eudistas em Rennes. Aí permanece até 1839, até que dois colegas o convidaram para colaborar e orientar um projeto que sonhavam: a “Obra dos Negros” para a evangelização dos escravos das colônias francesas.

Libermann aceitou o desafio partindo para Roma para pedir a necessária autorização da Santa Sé. Aí escreveu a “Regra Provisória” desta futura sociedade. O projeto foi aprovado e, curado da sua doença, Libermann foi ordenado sacerdote em 1841. O noviciado da nova congregação abriu nesse mesmo ano e em 1843 partia a primeira leva de missionários.

[su_youtube url=”http://www.youtube.com/watch?v=IjvWblJvBqw” responsive=”no”]

A partir desta data os Espiritanos fundam muitas missões ao longo da costa Ocidental de África; pouco depois chegam à costa Oriental; e das missões costeiras avançam para o interior do continente. A partir de 1841 abrem-se também missões nas ilhas Maurícia e Reunião e em 1898 no Norte de Madagáscar. Em 1880 os Espiritanos já estão radicados em Angola. No fim do século passado eram poucos os países a sul do Sahará onde eles não tivessem tido um papel importante na evangelização. Nos Estados Unidos iniciaram o trabalho missionário em 1872; para a Amazônia foram em 1898. Duas tentativas na Austrália (1846 e 1889) saldaram-se num fracasso: será necessário esperar até 1970, ano em que chegaram também à Papua Nova Guiné. Em anos mais recentes assumiram compromissos em Moçambique, no Paraguai e na Bolívia. Na Ásia, a primeira fundação no Paquistão foi seguida de outras, mais recentes, em Taiwan, Filipinas e Vietnam.

Oração pela beatificação de Libermann

622Pai Santo, que sois admirável no vosso amor,
concedei-nos a graça de ver confirmado pela Igreja
o belo testemunho de fé e de santidade que
Francisco Maria Paulo Libermann nos deixou.

E assim, iluminados pelo seu testemunho missionário,
nos sintamos impelidos pelo Espírito
a proclamar a Boa Nova da Salvação com renovado ardor.

Concedei-nos, vos pedimos, pelo Sagrado Coração de Maria,
a sua beatificação e as graças que por sua intercessão imploramos.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo.
Amém!