Mensagem do Provincial

Província do Brasil: desafios e esperanças missionárias

A Província Espiritana no Brasil, reunida em assembleia eletiva desde do dia 04/09/2017, encerrou nesta sexta feira, 08 por volta das 11:00h, com a celebração eucarística presidida por seu Provincial Pe. Altevir, este tão importante acontecimento, no qual foi eleito o próximo Provincial, Pe. Leonardo da Silva Costa, que assumirá esta missão no dia 02 de fevereiro de 2018.

A assembleia foi marcada por um clima de diálogo, relação fraterna e muita serenidade nas horas das decisões, pois afinal se tratava da composição de um novo governo para um período de três anos. Depois de vários escrutínios e criteriosamente foram eleitos o Provincial Pe. Leonardo e os membros do Conselho, a saber: Pe. Tomás Sanhá, Pe. Pedro Iwashita e Pe. Vitor Ferros, ficando o quarto conselheiro à escolha do provincial, assim como o ecônomo.

Na celebração de encerramento houve também o envio do Pe. João Serra, português, que aos 82 anos de idade, se prepara para regressar à sua Pátria, após 42 anos de vida e missão em terras brasileiras. A Província do Brasil, expressa seu carinho e gratidão, pelo exemplo, dedicação e testemunho deste humilde e estimado missionário.

Durante a homilia, Pe. Altevir destacou a humildade e entrega, como critérios que Deus encontrou  em Maria para escolhê-la como a Mãe do Salvador da humanidade. Dizia o presidente da celebração que a festa da Natividade de Nossa Senhora, enche-nos de esperança, pois através da Virgem, se anuncia o prelúdio da aurora da Salvação. Ao mesmo tempo, pedia aos membros da Província que a exemplo de Maria, deixassem se encher do Espírito Santo. “ Ficar leves como uma pena, para que o Espírito Santo nos conduza para onde Ele quiser, sem que possamos mostrar qualquer resistência” (Pe. Libermann).

Por fim, Pe. Altevir ao concluir a celebração, desejou amor e dedicação à missão que Deus confiou à Congregação do Espírito Santo, e assim deu por encerrada esta Assembleia.

 

Haroldo Evaristo Alves da Silva CSSp

Natural de Brasília/DF, consagrado Espiritano em 16/12/1990, ordenado padre em 02/02/1997. A primeira missão como religioso sacerdote foi nas Filipinas, onde ficou por 4 anos, depois trabalhou em Ceilândia/DF; Governador Valadares/MG; Roma (Casa Geral, onde ficou de 2006 a 2013); São Paulo (Casa Provincial); Salete/SC; Belo Horizonte/MG; foi diretor da casa de filosofia (1º Ciclo) em São Paulo/SP; retornou como Vigário Paroquial em Ceilândia/DF por 2 anos e agora volta a São Paulo para assumir uma nova missão, a Quase-Paróquia São João Paulo II, na Região Belém.

Comentar

Clique para comentar